Páginas

segunda-feira

Mente e Confusão

Eu vivo uma vida reta que segue em linhas tortas
Beijo a face de quem não me suporta
Beijo os lábios de quem me faz sorrir 
Eu gosto de todas as artes com cores mortas
Qualquer fruta que esteja saborosa 
Qualquer música que me motive a seguir

Mas seguir certo em linhas não retas
Abraçar sorrindo quem me detesta
Não é uma tarefa fácil de cumprir
É quando entra você minha escultura moderna
Com sua energia que me Sequestra
Porque me roubou de mim ?

Eu tenho medo do seu jeito manhoso
Vejo perigo no teu olhar dengoso 
Me arrepia quando você sorrir
Eu Estou amando ou estou cedendo?
Estou eu gostando ou estou sofrendo?
De nada Não sei, mas gosto de ter aqui. 


terça-feira

duvidas do (a primeira vista)

Inevitavelmente divertido
desconfiado e tímido
flexuou-me assim o meu novo amor
eu não tive escolha, foi muito lindo
no fundos dos seus olhos, seu sorriso me tocou

eu piso em pétalas quando não estou no ar
se eu perco o oxigênio ele me faz respirar
das canções mais lindas tem o som do seu falar
meus ombros adormecem e minhas começam a soar

eu fugi durante anos e ele nem precisou tentar
foi natural como um desabrochar
estou perdido, rendido ele sabe me conquistar
seu nome é tão bonito que não consigo pronunciar

mas de uma coisa eu não tenho certeza
se ele é capaz de me aceitar

FOME?


EU SINTO FOME!
FOME QUE RONCA NO ESTOMAGO DOS MEUS DEDOS
EU PRECISO ESCREVER MESMO QUE ME SINTA CEGO
EU PRECISO GRITAR PORQUE NÃO POSSO CHORAR

 EU SINTO FOME!
FOME QUE ARREPIA OS MAIS CURTO FIOS DOS MEU CABELOS
QUE FAZ FAZ TREMER AS JUNTAS DOS MEU JOELHOS
QUE DÁ COCEIRA NAS MÃOS E ME FAZ DIGITAR

E QUANDO EU TE VEJO ME SACIO
DOS MAIS REQUINTADOS BANQUETES DEGUSTO TEU PALADAR 
EU NÃO TENHO FOME, EU TENHO MEDO
DE UM DIA POR ALGO NÃO PODER MAIS TE PROVAR.


espelhos do meu jardim

foi como descobrir uma nova estrela
e sentir-se no centro de uma galaxia
foi como perder-se em um labirinto de muros altos
aonde teu sorriso me guiava

fumamos o mesmo cigarro
tragamos a mesma fumaça
dividimos o mesmo copo, o mesmo corpo
e eu descansei refletindo, por ondes tu andavas

Foi como olhar-me no espelho
em outro sexo eu vi meu eu
e mas uma vez esqueci os perigos
e cedi a punhalada que você meu 

Desta vez estou mais velha
sei cortar o mal pela raiz
antes que brolhe novas flores
quero capinar este jardim e seguir feliz
diferentes de outras sementes
a tua faço questão de cuidar
não me arrependo de nenhum segundo
mas quero seguir só esse caminhar

quinta-feira

Saudade na madrugada


Ah saudade! saudade que não que ir.
porque não me deixas dormir?
será isso o tão debatido carma?
oh saudade! ah saudade! o que queres tu de mim?

não me abandonas o sentimento
tem de piedade, olha as marcas que tenho
deixa em paz meu coração sofredor

cansado de batalhas 
hoje em fracasso
jaz aqui se encontra partido
de joelhos e deprimido
descansa em meu peito o lutador

Ah saudade! porque insiste
não tem lugar pra você aqui
como doí, que agonia!
não tenho forças pra expulsar você de mim

Ah saudade! saudade
então não vais partir.
E novamente outra noite junto a mim tenta dormir
eu e a saudade sem ti.


O meu bem



Anjos são mensageiros de Deus
luzes celestiais que guardam os filhos do senhor
sem forma material, inocentes e de educação Divina
de anjo não chamo ao meu amor

Bebês representam os primeiros estagios fisico da vida
que a tudo observam sem malicia
E para o meu amor este estagio já passou

Mas meu amor têm olhos que vão longe
o firmamento me lembra seu olhar
Meu amor é doce é como perfume
que me invade as narinas como flor nova ao desabrochar

Por isso te chamo de querido
de meu bem eu chamo meu amor

Amor é um nome poderoso
sentimento de se dar sem sentir dó.

sábado

POETISA INSANA




Poetisa insana

A liberdade me contemplou de joelhos,
se transmuto a matéria sou puro coração,
o calor explodiu em águas mansas ,
e me afogou de emoção.

com (P) assinei minha paciência,
com (O) observei orbitas em silêncio,
com (E) entrei em transe silencioso,
com (T) transcrevi em símbolos meu sorriso.
com ( I) igualei as diferenças
com (S) saudei nossa divindade
com (A) terminei dois suspiros
um deles foi o o alivio do desapego à saudade

Mas por me fazer de repente,
tão pronto o relógio parou,
foi tão profundo que conheci o sexto sentido,
Assisti a manhã e o galo não cantou.

com ( I) eu vi ícones no ceu,
com (N) fui bem mais do que nada,
com (S) sei que comi frutas apodrecidas,
com (A) descobri a cura na temperatura certa da água.
com (N) narrei minha historia,
com (A) assingelei o que pude a poesia de amor

De POETISA INSANA eu me chamo,
o resto é alegria, tristeza e dor.

titule por mim



ELE SE DEPOIS IR ATÉ O ULTIMO SUSPIRO
ELA PROMETEU SER O SEU AR
ELE CHOROU 12 LUAS INFINITAS
AS ESTRELAS SE COMOVEM PRA FAZER ELA VOLTAR

E ELA JUROU VIVER DE SORRISOS
FOI QUANDO ELE SE PROMETEU NÃO FALHAR
ASSIM QUE ELA ANDOU SORTIDA POR Braços E ABRAÇOS
QUANDO ELE SE PREPAROU PARA OFERTAR


E ELE OLHOU ATRAVEs DE OLHOS DE VIDROS
MAS ELA REJEITOU ASSUMIR QUE NÃO PODIA Enxergar
QUANDO ELE SE POIS LATENTE NO OCEANO PRESENTE
ELA JUROU NÃO MAIS PECAR

ORA! QUE VALE SE ELE CARREGA O EMBLEMA?
O QUE ACONTECE SE ELA PARAR?

ELA É O EQUILÍBRIO SEM BALANÇA
ONDE DIABOS ELE VAI SE FIRMAR?
MAS PRA QUE ELA BRASÃO DE PREJUÍZOS?
ACASO TEM ELE ESPADA DO JULGAR?

SE ME ENGANO ELA É IMPERFEITA
SE NÃO ME ENGANO ELE SABE PECAR

ELE SOUBE SAIR E ENTRAR PRA SAIR E FICAR SEM DANOS
ELA ATALHOU PRA ENTRAR E ESCORREGOU NO TENTAR
E ISSO FOI QUANDO ELE SENTOU-SE E ABRAÇOU OS JOELHOS
E ELA PROMETEU CONTINUAR.

E DEPOIS DISSO SE FEZ PARA O MUNDO
O MUDO E SURDO SE FEZ TATEAR
EU RELATO FEROZMENTE E NÃO ASSUMO
MAS CONFESSO Ti VIVER NUM CEU DE ESTAR.

reflexão



Eu caminhei na praia sem nunca ter sentido
a sensação de ter perdido
ou a intuição de precisar encontrar


Flores são doçuras refrescadas pelo vento
te tenho como orvalho em sereno
no rico doce ceu a brisa vêm bailar

se a chuva fosse 3 bilhões de vezes mais bonita
se igualaria à 1% do seu rio
são teus olhos pra me afogar

Voar nas asas do eterno
é infinito
é minha vida a te procurar por um fio
se eu caio me morro ao tentar

Por isso meu doce amado, es querido
minha luz, vem meu céu, se me faz luar
Sol que aquece minha vida
importância sanguina, emergida
 areia que me firma os pés perto do mar

Adoce me a boca de mel silvestre
aonde estavas tu eu perdido ao leste?
se ao norte es terra fértil de palpitar pra sonhar

como para que ele Desbroche rosa
desaguando em lagrimas de mal estar
se me fez luz e tristeza
no escuro me fiz gargalhar


E depois seja vento, brisa maribunda
de que vales tu, minha vela suja?
 naufragaste então para me embarcar

Te amar é mais do que menos
no menos que mais querendo
me entregar em bandeja para não degustar

Se te banqueteio de versos insanos
que me custará?
nada posso se em ti me nasce inspirar








TE ESPERAR


EU ME SENTEI EM CHOQUE E REFLETI POR POR INÚMEROS MINUTOS
E PERCEBI QUE NÃO IRIA MAIS DAR
E COMO TUDO É PERFEITO VOCÊ PENSAVA O MESMO
E TOMOU ATITUDE PRA COMUNICAR

NO FUNDO EU NÃO SABIA
SE EU SABIA OU QUERIA
MAS COMO TUDO É PERFEITO
VOCÊ SE SAIU BEM AO PASSAR

E ESCREVI TUDO NO BOLO COM UMA BISNAGA
QUEM COMERIA O BOLO PODERIA ME AJUDAR
MAS AO CHEGAR EU INDA LEMBRO
- SÓ VALE A PENA SE Você TENTAR

ERAM ASAS PONTUDAS
FIOS DE LUZ PRA CONTORNAR
E ALGO ACORDOU EM MEIO ALGO TÃO FUNDO
QUE NEM TODOS OS GRANDES NOMES PODERIAM EXPLICAR

E COMO TUDO É PERFEITO
EU NÃO ENTENDI NADA
E CONTINUEI SEM ME DA CONTA DO TEMPO PASSAR
E AGORA COMO TUDO É PERFEITO ME VENHO E RESSURJO
E COMO TUDO É PERFEITO O TEMPO CORRE A ME PROCURAR
POSSO CONTROLAR O TEMPO SOU DONO DO FIRMAMENTO
E NÃO SEI ONDE TE ENCONTRAR

O QUE QUER DIZER TUDO ISSO?
QUE CONTINUO A TE ESPERAR