Páginas

terça-feira

espelhos do meu jardim

foi como descobrir uma nova estrela
e sentir-se no centro de uma galaxia
foi como perder-se em um labirinto de muros altos
aonde teu sorriso me guiava

fumamos o mesmo cigarro
tragamos a mesma fumaça
dividimos o mesmo copo, o mesmo corpo
e eu descansei refletindo, por ondes tu andavas

Foi como olhar-me no espelho
em outro sexo eu vi meu eu
e mas uma vez esqueci os perigos
e cedi a punhalada que você meu 

Desta vez estou mais velha
sei cortar o mal pela raiz
antes que brolhe novas flores
quero capinar este jardim e seguir feliz
diferentes de outras sementes
a tua faço questão de cuidar
não me arrependo de nenhum segundo
mas quero seguir só esse caminhar